Renan se diz dedicado a realizar sessão no Congresso na 4ª e culpa Câmara por adiamento

terça-feira, 6 de outubro de 2015 18:01 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta terça-feira que está dedicado a garantir a realização de uma sessão do Congresso Nacional na quarta-feira e responsabilizou a falta de quórum na Câmara dos Deputados pelo adiamento da sessão do Parlamento marcada para esta terça-feira.

Em conversa com jornalistas após se reunir com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, Renan defendeu que o Congresso analise logo vetos da presidente Dilma Rousseff a projetos que têm impacto nas contas públicas e tire este assunto da ordem do dia do Legislativo.

"O Brasil não quer que nós fiquemos olhando apenas para o umbigo, sem construir saídas para o Brasil", disse Renan. "Espero que amanhã, definitivamente, nós possamos realizar a sessão do Congresso Nacional."

Renan afirmou ainda que o encontro com Levy serviu para discutir a reforma do imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) e para tratar da votação da criação de uma instituição fiscal independente, que tramita no Senado.

(Reportagem de Leonardo Goy)

 
Presidente do Senado, Renan Calheiros, em Brasília. 27/8/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino