Cunha diz que resultado do TCU era esperado, mas palavra final é do Congresso

quarta-feira, 7 de outubro de 2015 20:54 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta quarta-feira que a decisão do TCU sobre as contas do governo em 2014 já era esperada, mas que última palavra será do Congresso.

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu por unanimidade recomendar a rejeição das contas do ano passado do governo da presidente Dilma Rousseff. O parecer do tribunal é apenas uma recomendação e agora caberá ao Congresso Nacional aprovar ou rejeitar as contas do ano passado.

(Por Maria Carolina Marcello)