Membros do BCE foram alertados sobre cenário econômico incerto devido à China

quinta-feira, 8 de outubro de 2015 10:09 BRT
 

Por John O'Donnell

FRANKFURT (Reuters) - Os membros do Banco Central Europeu (BCE) foram alertados em setembro sobre os riscos para a economia da zona do euro proveniente da desaceleração nos mercados emergentes, principalmente da China, visto até recentemente como o principal motor da economia mundial.

As preocupações foram expressas na reunião de 2 e 3 de setembro do BCE, cuja ata foi publicada nesta quinta-feira, dias depois de o Fundo Monetário Internacional (FMI) cortar sua previsão para o crescimento global, apontando parcialmente para a China.

O economista-chefe do BCE, Peter Praet, disse na reunião em Frankfurt que "os desafios que as economias de mercados emergentes enfrentam estão afetando a perspectiva global e não devem retroceder rapidamente", apontou a ata.

"Embora ainda seja prematuro para concluir se esses acontecimentos podem ter um impacto duradouro sobre a produção da zona do euro e... inflação, os riscos se intensificaram,"

Isso pode indicar que o BCE não terá pressa em adotar mais estímulos.