Airbus registra patente para "beliches aéreas"

quinta-feira, 8 de outubro de 2015 19:07 BRT
 

PARIS (Reuters) - Companhias aéreas já sabem como "empacotar" passageiros, mas no futuro podem se tornar aptas a "empilhá-los", graças a um modelo de assento com níveis de divisão inventado pela fabricante de aviões Airbus.

A companhia que introduziu o jato A380 de dois andares disse em uma patente apresentada em 1º de outubro que ter dois níveis de assentos dentro da mesma cabine ajudaria as empresas áreas a fazerem melhor uso do espaço em um "alto nível de conforto".

O andar mezanino seria alcançado por degraus e se localizaria acima das cabeças de outros passageiros.

Para evitar claustrofobia, o espaço entre os dois níveis seria aumentado quando os assentos se converterem em camas planas. Isso seria feito ou rebaixando o piso no nível menor, ou aumentando o piso acima assim que as camas forem implantadas.

"A beliche aérea tem várias preocupações de saúde e segurança. A primeira, obviamente, é o requerimento regulatório para evacuação de segurança de passageiros em 90 segundos", disse o especialista em interiores de cabines Mary Kirby, fundador e editor da Runway Girl Network.

"A Airbus registra centenas de patentes todos os anos", disse a empresa em um comunicado por e-mail. "No entanto, isso não significa que a ideia descrita na patente está sendo desenvolvida para qualquer aplicação em produção em particular."

(Por Tim Hepher e Victoria Bryan)