Momento é bom para produtor de soja buscar proteção cambial, diz governo

sexta-feira, 9 de outubro de 2015 12:24 BRT
 

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, André Nassar, avaliou nesta sexta-feira que o dólar valorizado vem protegendo a rentabilidade do produtor de soja contra a queda nos preços internacionais, ressaltando que o momento é bom para busca de proteção cambial diante da volatilidade do mercado.

Nesta sexta-feira, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou que o Brasil deverá ter uma produção recorde de soja acima de 100 milhões de toneladas na temporada 2015/16, com um crescimento da área plantada e expectativa de um clima favorável.

A soja é o principal produto cultivado pelo país e também deverá se consolidar em 2015 como o principal da pauta exportadora do Brasil.

"Mesmo que venha alguma redução de preço em dólar, o produtor está protegido pelo patamar de câmbio", disse Nassar, ao ser questionado por jornalistas se o aumento da oferta no país e no mundo não pressionaria os preços da soja, dificultando as condições para o produtor.

No ano, a moeda norte-americana acumula valorização de mais de 40 por cento.

No entanto, Nassar fez ainda um apelo pelo hedge cambial diante da volatilidade dos mercados, que vêm sendo guiados tanto pela expectativa de aumento nos juros nos Estados Unidos quanto pelas incertezas fiscais e políticas no Brasil.

"É muito importante que os produtores de fato se protejam, não venham a acreditar em desvalorizações futuras. É muito bom se proteger logo porque é um momento bom pra se proteger", disse.

"Se protegendo, aproveitando o câmbio, entendo que variações em dólar no preço da soja não vão afetar tão fortemente a renda pro ano que vem", acrescentou Nassar.   Continuação...

 
Produtor em plantação de soja em Barreiras, na Bahia.  06/02/2014   REUTERS/Ueslei Marcelino