Ferrari pode ser avaliada em até US$9,8 bi com IPO nos EUA

sábado, 10 de outubro de 2015 14:35 BRT
 

MILÃO (Reuters) - A montadora italiana de carros de luxo Ferrari espera que sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) nos Estados Unidosl avalie a empresa em até 9,8 bilhões de dólares.

A Fiat Chrysler (FCA) vai vender até 10 por cento da Ferrari no IPO e usar os recursos para ajudar a pagar seu plano de recuperação e impulsionar as vendas globais a 7 milhões de carros em 2018, e competir com rivais como BMW e Volkswagen.

A faixa de preço de 48 a 52 dólares por ação, anunciado na sexta-feira, pode satisfazer o presidente-executivo e presidente do Conselho da Ferrari, Sergio Marchionne, que disse que a Ferrari vale pelo menos 10 bilhões de euros (11,4 bilhões

de dólares). Alguns analistas disseram que poderia ser pouco mais de metade desse valor.

Um IPO bem sucedido seria particularmente importante para Marchionne em sua tentativa de fundir a FCA com a General Motors para compartilhar custos de desenvolvimento de veículos mais limpos e inteligentes.

No prospecto da oferta, a Ferrari disse que iria oferecer 17,2 milhões de ações, o equivalente a cerca 9 por cento do capital. Um adicional de 1,7 milhão de ações pode ser vendido, levando o tamanho da oferta total para 10 por cento da empresa.

A estreia da Ferrari no pregão deve acontecer na segunda metade de outubro. A FCA deve ver sua fatia de 90 por cento na Ferrari cair para 80 por cento após o IPO. Piero Ferrari, vice-presidente e filho do fundador Enzo, continuará à 10 por cento.

(Reportagem de Rachel Chitra em Bengaluru e Agnieszka Flak)