Vendas e lançamentos de imóveis residenciais na cidade de SP caem em agosto

terça-feira, 13 de outubro de 2015 07:15 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As vendas de moradias novas na cidade de São Paulo caíram 10,6 por cento em agosto na comparação anual, enquanto os lançamentos recuaram quase 27 por cento, informou nesta terça-feira o Secovi-SP, sindicato de habitação. A entidade considerou o desempenho como dentro do esperado diante do cenário econômico difícil e incertezas geradas pelo plano diretor do muncípio.

A comercialização na cidade somou 1.606 imóveis em agosto, os lançamentos foram de 1.760 e o estoque terminou o mês com 26.949 unidades disponíveis para venda. No acumulado do ano, foram lançadas 12.238 unidades e comercializadas 12.306 unidades.

"Apesar do equilíbrio, os números permanecem abaixo da capacidade de produção e absorção da cidade de São Paulo, pois a redução nos lançamentos foi de 20 por cento em relação a 2014, e as vendas continuam em ritmo menor, gerando uma demanda reprimida", disse a entidade, em nota.

Na comparação com o fraco mês de julho, as vendas e lançamentos apresentaram crescimento, segundo os dados do Secovi. A comercialização teve aumento de 54,1 por cento em agosto, enquanto os lançamentos saltaram 113 por cento.

Excluindo a capital, nos 38 municípios da região metropolitana, as vendas somaram 864 moradias novas, quedas de 7,9 por cento sobre julho e de 14,5 por cento diante de igual mês do ano passado. Segundo o Secovi, agosto foi o segundo mês consecutivo de queda nas vendas das cidades do entorno da capital paulista.

Os lançamentos também recuaram na região metropolitana, caindo 51,4 por cento em agosto sobre julho e 62 por cento na comparação com um ano antes, a 527 unidades.

(Por Juliana Schincariol)