Ministro das Finanças alemão alerta sobre vício a taxa de juros baixos

terça-feira, 13 de outubro de 2015 09:55 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, afirmou nesta terça-feira que não está satisfeito com o ambiente de taxa de juros baixa e pediu que os juros subam logo.

O pedido dele vem em meio a um vigoroso debate no Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, sobre avança com a elevação da taxa de juros neste ano ou se espera até que os riscos associados à desaceleração da China e outras turbulências globais se tornem mais claros.

Ainda que essa não tenha sido a primeira vez que Schaeuble demonstre ser a favor de uma "normalização" dos juros, isso também acontece em um momento em que a economia alemã enfrenta novas ameaças provenientes da fraqueza nos mercados emergentes e do escândalo dos testes de emissão que tem prejudicado sua maior montadora, a Volkswagen.

Falando a uma conferência em Berlim, Schaeuble descreveu as taxas de juros como "baixas demais" e disse que isso está causando problemas, particularmente em relação à provisão de aposentadorias.

O Banco Central Europeu (BCE) manteve a taxa de juros da zona do euro na mínima recorde de 0,05 por cento em setembro, ao mesmo tempo em que imprime dinheiro para impulsionar a economia e elevar a inflação.

Schaeuble disse que a política monetária utilizada pelos bancos centrais significa que há liquidez suficiente nos mercados mundiais, mas acrescentou: "Eu não quero que fiquemos acostumados com isso permanecendo da maneira que está."

Ele alertou as autoridades contra cair na armadilha de manter os juros baixos para dar apoio ativo ao cenário econômico, comparando isso ao "vício em drogas."

(Reportagem de Klaus Lauer)