Edenred corta meta de lucro por fraqueza do real no Brasil

terça-feira, 13 de outubro de 2015 15:21 BRT
 

PARIS (Reuters) - A fornecedora de vouchers e cartões pré-pagos francesa Edenred (EDEN.PA: Cotações) reduziu sua meta de lucro operacional para o ano nesta terça-feira, citando a queda do real no terceiro trimestre.

A dona da marca Ticket Restaurante, no entanto, manteve a meta de alta anual entre 8 e 14 por cento no volume de emissão de vouchers, tendo alcançado um avanço de 8,7 nos primeiros nove meses do ano.

A América Latina registrou crescimento no volume de emissões em bases comparáveis de 13 por cento no período, enquanto a Europa teve aumento de 3,7 por cento.

Apenas no Brasil, o volume de emissões teve aumento de 9,7 por cento nos nove primeiros meses do ano, apesar do duro ambiente econômico e crescente desemprego, disse a empresa.

A exposição da Edenred ao Brasil, onde a turbulência política e econômica abalou a confiança do investidor, e o anúncio surpresa da saída do ex-presidente do Conselho e presidente-executivo, Jacques Stern, em 18 de maio, pressionaram uma queda de quase 30 por cento de suas ações.

A Edenred, que compete com a Sodexo EXHO.PA e a Compass (CPG.L: Cotações), assim como as redes de cartão de crédito MasterCard MA.N e Visa (V.N: Cotações), recebe cerca de 50 por cento de seu lucro operacional do Brasil.

"Esperamos que a situação se estabilize no Brasil no quarto trimestre", disse o presidente do Conselho de Administração e presidente-executivo em exercício da Edenred, Nadra Moussalem, em teleconferência.

(Por Dominique Vidalon)