Nowotny, do BCE, diz que novas medidas são necessárias para elevar inflação

quinta-feira, 15 de outubro de 2015 09:07 BRT
 

Por Francesco Canepa

VARSÓVIA (Reuters) - Novos esforços são necessários para impulsionar o crescimento na zona do euro uma vez que a inflação, mesmo excluindo os preços de energia, continua abaixo da meta do Banco Central Europeu (BCE), afirmou nesta quinta-feira o membro do Conselho do BCE Ewald Nowotny.

Nowotny pediu novas medidas para aumentar a demanda na zona do euro, melhorar sua competitividade e fortalecer a integração econômica dentro do bloco de 19 países.

Apesar do programa de compra de ativos do BCE de 60 bilhões de euros por mês, lançado em março, os preços na zona do euro em setembro afastaram-se ainda mais da meta do BCE de pouco abaixo de 2 por cento.

"O BCE está usando instrumentos de política monetária disponíveis mas na minha visão está bastante óbvio que... são necessários instrumentos adicionais", disse Nowotny em evento em Varsóvia.

"Isso inclui medidas estruturais... mas também do lado da demanda e também em fatores institucionais da economia."

Embora a fraqueza dos preços na zona do euro seja atribuída ao recuo do petróleo e de outras commodities, a alta dos preços excluindo alimentos e energia tem sido também fraca, chegando a 0,9 por cento em agosto e setembro na comparação anual.

"Estamos claramente ficando abaixo de nossa meta", disse Nowotny. "O principal (motivo) para isso é a dramática queda no preço do petróleo e matérias-brutas e isso é algo que os bancos centrais não conseguem influenciar. Mas também o núcleo da inflação está claramente abaixo de nossa meta."

(Reportagem de Francesco Canepa)