Fusão de cervejarias deve reacender ambições internacionais de fabricantes japoneses

quinta-feira, 15 de outubro de 2015 10:58 BRT
 

Por Emi Emoto e Ritsuko Shimizu

TÓQUIO (Reuters) - A fusão de 100 bilhões de dólares entre a Anheuser-Busch InBev e a SABMiller será um alerta para as ambições internacionais das cervejarias japonesas, que estão lutando para crescer no mercado doméstico, saturado e cada vez menor.

As fabricantes de cerveja japonesas, incluindo o Asahi Group Holdings e a Kirin Holdings possuem mais de 90 por cento de seu mercado doméstico, mas são pequenas em termos globais, apesar das promessas de longa data de expansão internacional conforme o mercado de cerveja no Japão desacelera.

Se a AB InBev e a SABMiller tiverem sucesso na fusão, elas vão presentear as cervejarias japonesas com um ainda mais formidável competidor internacional.

Mas se a mega-fusão forçar as duas companhias a se desfazer de ativos para apaziguar os reguladores da competição, então a Asaki e a Kirin e a Suntory Holdings, que não é listada, estarão interessadas em agarrar esses ativos, disseram à Reuters pessoas familiarizadas com o assunto.

"Isso vai dar às cervejarias japonesas uma chance de avançar com sua expansão global", disse Yoshiyasu Okihira analista da SMBC Nikko.