Venda de energia da EDP sobe no mercado ibérico e cai no Brasil de janeiro a setembro

sexta-feira, 16 de outubro de 2015 08:19 BRT
 

LISBOA (Reuters) - A venda de eletricidade da EDP no importante mercado ibérico subiu 1,3 por cento nos primeiros nove meses de 2015 na comparação com o mesmo período do ano anterior, para 43,2 gigawatts hora (GWh), apoiada principalmente pela retomada econômica em Portugal, anunciou a empresa.

"A eletricidade distribuída em Portugal aumentou 1,5 por cento nos nove meses de 2015 suportada pela recuperação da actividade econômica", explicou a EDP.

A companhia acrescentou, em comunicado publicado no site do regulador do mercado português, que, no Brasil, a eletricidade distribuída diminuiu 1,8 por cento, "resultado da menor procura do setor industrial em mercado livre (-3,3 por cento), o que foi parcialmente compensado pela maior procura do setor agrícola resultante do período de seca".

A produção de eletricidade no país subiu, contudo, 15 por cento, se beneficiando da consolidação integral da central a carvão de Pecém, desde maio de 2015, mitigando a diminuição em 18 por cento da produção hídrica.

O gás distribuído no mercado ibérico caiu 36 por cento para 26 GWh, "refletindo essencialmente a alienação de redes em Múrcia, Extremadura e Gerona no quarto trimestre de 2014, que resultou na queda de 41 por cento do gás distribuído em Espanha. Excluindo o impacto da alienação, o gás distribuído teria crescido 4 por cento".

A capacidade instalada da EDP aumentou 8 por cento, em termos homólogos, para 24 gigawatts no final de setembro de 2015, "em resultado de 1,104 MW de nova capacidade eólica e solar; consolidação integral da central a carvão de Pecem, no Brasil (+720MW) e nova capacidade hídrica em Portugal (+111MW)".

O número de clientes em Portugal da EDP cresceu 0,3 por cento na comparação anual, para 6.761.

A Energias de Portugal apresenta os seus resultados do terceiro trimestre a 29 de outubro, após o fechamento do mercado.

(Por Patrícia Vicente Rua)