Rio Tinto eleva embarques de minério de ferro apesar de riscos na China

sexta-feira, 16 de outubro de 2015 09:10 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - A mineradora Rio Tinto registrou um aumento de 17 por cento nos embarques de minério de ferro no terceiro trimestre edisse que está no caminho de cumprir a meta de 340 milhões de toneladas para o ano, minimizando riscos de um crescimento econômico mais lento na China.

Em um sinal de que condições de mercado poderiam estar melhorando, a mineradora usou estoques --4 milhões de toneladas a partir de suas operações na Austrália e 1 milhão de toneladas na unidade canadense--, após a produção ter ficado aquém dos embarques.

A Rio Tinto embarcou 91,3 milhões de toneladas no trimestre, superando a produção de 86,1 milhões de toneladas, mostraram dados divulgados na noite de quinta-feira.

"Claramente, o mercado de minério de ferro está razoavelmente apertado", disse o analista de mineração na Shaw Stockbroking Peter O'Connor, em uma nota aos clientes.

Assim, a anglo-australiana Rio Tinto poderia se manter estável no ranking ante a brasileira Vale, ficando à frente da BHP Billiton. A Vale divulga relatório de produção na próxima segunda-feira.

"Empresas como a Rio Tinto estão fazendo um monte de dinheiro com minério de ferro, porque elas podem produzir muito, então esperamos que a produção se mantenha crescente", disse o analista da MineLife Gavin Wendt.

Um excesso mundial de minério e a queda da demanda por aço na China arrastaram os preços do minério de ferro para baixo ante os quase 200 dólares por tonelada de 2011. O preço deverá cair a 50 dólares ao longo dos próximos dois anos, mostrou uma pesquisa da Reuters.

As grandes mineradoras têm conseguido reduzir custos de produção de minério de ferro para cerca de 10-15 dólares por tonelada para enfrentar a deterioração dos preços.

(Por James Regan)

((Tradução Redação São Paulo 55 11 56447751)) REUTERS RS