Dudley, do Fed, diz que é muito cedo para pensar sobre alta de juros, segundo jornal

segunda-feira, 19 de outubro de 2015 08:59 BRST
 

MILÃO (Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, afirmou que é muito cedo para considerar uma elevação da taxa de juros nos Estados Unidos devido às preocupações com o crescimento econômico global, segundo o jornal italiano CorrierEconomia desta segunda-feira.

"A situação mudou nos últimos meses", disse Dudley ao CorrierEconomia na quinta-feira, nos bastidores de uma conferência do Brookings Institutions em Washington.

"É verdade que pensamos que poderíamos elevar os juros até o final de 2015, mas a turbulência nos mercados financeiros, o crescimento global modesto, os preços da energia e os desequilíbrios macroprudenciais estão desacelerando esse processo."

Ele acrescentou que "ainda é muito cedo para pensar sobre um aumento da taxa de juros."

Falando no Brookings Institution na última quinta-feira, Dudley disse que estaria preparado para elevar os juros em dezembro se o desempenho da economia norte-americana ficar em linha com suas previsões de crescimento contínuo e moderado.

O banco central norte-americano surpreendeu metade de Wall Street em setembro quando manteve a taxa de juros. A chair do Fed, Janet Yellen, e outras autoridades disseram esperar que um aumento dos juros seja necessário até o final deste ano, mas duas autoridades do banco central pediram cautela na semana passada.

Dudley afirmou ao CorrierEconomia que seria "um grande erro" ignorar o fato de que a economia global está crescendo apenas moderadamente.

(Por Francesca Landini)