Bolsas nos EUA fecham em queda pressionadas por setor de saúde

quarta-feira, 21 de outubro de 2015 19:33 BRST
 

Por Caroline Valetkevitch

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em queda nesta quarta-feira, após a forte baixa nos papéis da Valeant Pharmaceutical prejudicar o setor de saúde, enquanto as ações do setor de energia recuaram acompanhando a queda dos preços do petróleo.

O índice Dow Jones caiu 0,28 por cento, a 17.168 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,58 por cento, a 2.018 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,84 por cento, a 4.840 pontos.

Somando-se ao tom negativo, as ações da Yahoo caíram 5,2 por cento, a 31,12 dólares, um dia após a empresa de Internet divulgar lucro trimestral abaixo da expectativa.

As ações negociadas nos EUA da Valeant Pharmaceutical chegaram à mínima intradia de 88,50 dólar, perdendo cerca de 9,6 bilhões de dólares em valor de mercado, após a Citron Research divulgar um relatório crítico sobre a empresa.

O papel reduziu as perdas após o investidor Bill Ackman dizer que aumentou sua participação na Valeant em cerca de 2 milhões de ações. A ação terminou o dia em baixa de 19,2 por cento, a 118,61 dólares, o menor patamar desde outubro de 2014.

Ainda no setor de saúde, as seguradoras Aetna, Humana, Anthem e Cigna caíram pelo menos 3 por cento cada após a pré-candidata democrata à presidência dos EUA Hillary Clinton dizer que tinha "sérias preocupações" sobre as fusões que as empresas estavam propondo.

A queda nos preços do petróleo pesou no setor de energia do S&P 500, que caiu 1 por cento, liderando as baixas do S&P 500.

"Os estoques de petróleo subiram, então energia caiu e isso pressionou o mercado. Ao longo da tarde, os compradores fizeram fila apenas para observar conforme nós caíamos mais no fechamento", disse o vice-presidente sênior da BB&T Wealth Management Bucky Hellwig.

No lado positivo, as ações da General Motors subiram 5,8 por cento, a 35,42 dólares, enquanto as da Boeing subiram 1,7 por cento, a 141,19 dólares, após as duas empresas divulgarem resultados acima do esperado.