Produção de cobre e níquel da Vale fechará 2015 abaixo da meta

quinta-feira, 22 de outubro de 2015 12:40 BRST
 

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de cobre e níquel da mineradora brasileira Vale crescerá no quarto trimestre, mas ainda assim o total produzido fechará o ano pouco abaixo das metas projetadas, num ambiente de preços mais baixos das commodities, disse nesta quinta-feira a diretora-executiva da área de metais básicos da empresa, Jennifer Anne Maki.

Em teleconferência para comentar os resultados do terceiro trimestre, ela afirmou que a produção de níquel poderá atingir até 98 por cento da meta traçada para o ano.

No acumulado do ano até setembro, a Vale produziu 208 mil toneladas de níquel, crescimento de 3,1 por cento ante o mesmo período de 2014.

Segundo a Vale, os volumes de venda, além da produção, deverão crescer no quarto trimestre, com a conclusão de todas as manutenções programadas para o ano.

A Vale assumiu no ano passado a posição de maior produtora mundial de níquel, com produção de 275 mil toneladas do produto utilizado para fabricação de aço inoxidável, superando a russa Norilsk Nickel.

No caso do cobre, a diretora disse que a produção deste ano poderá atingir cerca de 95 por cento da meta prevista para 2015, isso contando com o alcance da capacidade nominal de produção de Salobo, no Pará. As vendas de produto também crescerão.

No ano até setembro, a produção da Vale atingiu 311 mil toneladas de cobre, crescimento de 13,5 por cento na comparação anual.

(Por Marta Nogueira e Stephen Eisenhammer)