Governo enviará ao Congresso previsão de déficit primário de R$70 bi com "pedaladas", diz fonte

quinta-feira, 22 de outubro de 2015 21:37 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal deve encaminhar ao Congresso Nacional previsão de que fechará as contas neste ano com um rombo de 70 bilhões de reais, já incluindo recursos para cobrir as chamadas "pedaladas fiscais", disse uma fonte do Palácio do Planalto nesta quinta-feira.

A decisão de incluir as pedaladas foi tomada em reunião no início da noite da presidente da República, Dilma Rousseff, com o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, e o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, após relatório do Tribunal de Contas da União indicando que não iria aceitar o parcelamento das pedaladas fiscais, disse a fonte.

Mais cedo, o ministro Jaques Wagner disse que a estimativa do governo era de um déficit de 50 bilhões de reais, sem contabilizar as peladas fiscais --atraso no repasse de recursos para bancos estatais para cobrir gastos com programas de governo. A inclusão ou não das pedaladas na estimativa de déficit, segundo o ministro, dependia de acerto com o TCU.

A nova previsão para as contas deste ano será encaminhada à Comissão Mista do Orçamento provavelmente na sexta-feira, disse a fonte.

(Por Lisandra Paraguassu)