Electrolux diz ser difícil ver melhora no Brasil no curto prazo

sexta-feira, 23 de outubro de 2015 07:16 BRST
 

(Reuters) - O presidente-executivo da Electrolux, Keith McLoughlin, disse que o mercado de eletrodomésticos no Brasil caiu de 24 a 25 por cento no terceiro trimestre.

De acordo com o executivo, é difícil ver uma melhora do mercado brasileiro no curto prazo. As declarações foram feitas em teleconferência com analistas.

(Por Anna Ringstrom)