ONS reduz projeção de chuvas em hidrelétricas do Sudeste e Nordeste em outubro

sexta-feira, 23 de outubro de 2015 12:37 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) reduziu a projeção de chuvas nas hidrelétricas do Sudeste do país em outubro para 89 por cento da média histórica, ante 93 por cento de previsão divulgada na semana anterior, segundo relatório desta sexta-feira.

No Nordeste, são esperadas chuvas equivalentes a apenas 29 por cento da média histórica, abaixo dos 33 por cento previstos anteriormente.

No Sul, ajudado pelo efeito do El Niño, as afluências devem alcançar 229 por cento da média, ainda assim em queda ante os 241 por cento projetados na semana passada.

Além disso, o ONS reduziu a perspectiva de queda no consumo de energia elétrica para 2,4 por cento, ante 3 por cento anteriores.

O órgão de operação do sistema também apresentou projeção de que os reservatórios das hidrelétricas do Nordeste encerrem outubro entre 8,6 e 8,4 por cento de capacidade.

Caso confirmado o número mais pessimista, a situação das represas do Nordeste ficaria exatamente igual à registrada em 2001, ano em que o país passou por racionamento de energia, uma situação já reportada na semana anterior.

No Sudeste, o ONS espera que os reservatórios fechem o mês com entre 26,6 por cento e 27,5 por cento de capacidade, enquanto o Sul, que tem visto tendência de fortes chuvas puxadas pelo fenômeno climático El Niño, deve ultrapassar os 97 por cento de água nas usinas hídricas.

(Por Luciano Costa)