Levy evita falar sobre déficit deste ano e diz que o importante é focar orçamento de 2016

sexta-feira, 23 de outubro de 2015 15:25 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, não quis comentar sobre o tamanho do déficit esperado para este ano, afirmando nesta sexta-feira apenas que é importante e urgente focar em resolver o orçamento de 2016.

"Estamos sentindo que a economia tem se desenvolvido bem mais devagar do que esperávamos. Isso tem tido impacto na arrecadação", disse Levy ao sair de evento no Rio de Janeiro.

Nesta manhã, a Receita informou que a arrecadação do governo federal com impostos e contribuições teve queda real de 4,12 por cento em setembro, pior resultado para o mês em cinco anos.

"O ponto realmente importante é a urgência e a importância de se focarem resolver o orçamento de 2016 com todos os esforços que isso possa significar", acrescentou Levy, desviando de três perguntas sobre o déficit deste ano.

Uma fonte do Palácio do Planalto afirmou à Reuters que o governo federal deve encaminhar ao Congresso Nacional previsão de que fechará as contas neste ano com um rombo de 70 bilhões de reais, já incluindo recursos para cobrir as chamadas "pedaladas fiscais".

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)