Plantio de soja no Brasil tem atraso ante média histórica, diz AgRural

sexta-feira, 23 de outubro de 2015 19:01 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O plantio de soja da safra 2015/16 do Brasil avançou para 20 por cento da área total prevista, ainda bastante atrasado ante a média dos últimos cinco anos, que é de 30 por cento, em decorrência de uma falta de chuvas no Centro-Oeste, disse nesta sexta-feira a consultoria AgRural.

"A movimentação das máquinas seguiu lenta em boa parte do Centro-Oeste e do Sudeste nesta semana. Com pouca umidade no solo e altas temperaturas, a previsão de chuva para os próximos dias não foi suficiente para as plantadeiras voltarem com força à ativa", disse a consultoria, em relatório semanal.

Em Mato Grosso, principal Estado produtor de soja, o plantio atingiu 20 por cento da área, ante 14 por cento na semana passada, 19 por cento um ano atrás e 52 por cento da média de cinco anos.

Situação bem diferente vivem os produtores de soja do Paraná, onde chuvas abundantes relacionadas ao fenômeno El Niño têm garantido boa umidade no solo para a germinação das sementes.

"No oeste (do Paraná), onde a semeadura está praticamente concluída, a semana foi de sol e, agora, a previsão de chuva no fim de semana anima os produtores", disse a AgRural.

O plantio de soja do Paraná já alcança 57 por cento, ante 42 por cento na semana passada, 44 por cento um ano atrás e 47 por cento na média de cinco anos.

(Por Gustavo Bonato)