Aumento dos juros na Grã-Bretanha não é garantido, diz presidente do banco central

domingo, 25 de outubro de 2015 11:35 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Um aumento nas taxas de juros baixíssimas da Grã-Bretanha não é garantido, disse o presidente do banco central britânico, Mark Carney, em comentários publicados neste domingo.

"Se acharmos que há uma perspectiva, uma possibilidade - há uma possibilidade, não uma certeza - de que os juros aumentem, então seria muito, muito melhor deixar os britânicos saberem para que eles possam se preparar", disse ele em entrevista ao jornal Mail on Sunday.

"Se os eventos significarem que isso não vai acontecer e que um aumento das taxas não é apropriado, então faremos a coisa certa e não ajustaremos os juros", acrescentou Carney, segundo o jornal.

Carney também disse na entrevista que o banco central espera que quando as taxas de juros subirem, o caminho seja "gentil", ecoando a sua orientação anterior sobre o que deve acontecer com o custo de empréstimos, à medida que a Grã-Bretanha se recupera da crise financeira.