Klabin tem resultado dentro do esperado no 3º trimestre

segunda-feira, 26 de outubro de 2015 10:02 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de papel para embalagens Klabin teve prejuízo líquido de 1,341 bilhão de reais no terceiro trimestre, em um resultado já dentro do esperado por analistas e impactado por efeitos cambiais na dívida em moeda estrangeira.

A companhia apurou uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 520 milhões de reais, em termos ajustados. O montante representa avanço de 15 por cento sobre o desempenho do Ebitda ajustado um ano antes.

A média de previsões de analistas apurada pela Reuters indicava prejuízo líquido de 1,336 bilhão de reais para a Klabin de julho a setembro e Ebitda ajustado de 521 milhões de reais.

A Klabin, que está construindo sua primeira fábrica de celulose em Ortigueira (PR), teve receita líquida de 1,446 bilhão de reais no terceiro trimestre, um crescimento de 13 por cento sobre o apurado um ano antes.

O volume de vendas somou 463 mil toneladas praticamente estável sobre as 467 mil toneladas do terceiro trimestre do ano passado. A Klabin afirmou que o custo dos produtos vendidos subiu no trimestre passado 9 por cento sobre um ano ano antes, em linha com a inflação, apoiado em queda em despesas com madeira e menores compras de papel de terceiros.

A empresa divulgou dívida líquida de 11,6 bilhões de reais no final de setembro, forte salto ante os 8,144 bilhões ao fim do segundo trimestre deste ano.

As variações cambiais líquidas incidentes principalmente sobre o endividamento em moeda estrangeira foram negativas em 2,432 bilhões de reais no terceiro trimestre, afirmou a Klabin no balanço sobre o impacto contábil em seu endividamento. "O efeito da variação cambial no balanço patrimonial da companhia é puramente contábil", afirmou a Klabin.

(Por Alberto Alerigi Jr.)