MAN tem lucro maior no 3o tri puxado por demanda na Europa, Brasil é preocupação

terça-feira, 27 de outubro de 2015 09:30 BRST
 

BERLIM (Reuters) - A fabricante alemã de caminhões MAN divulgou nesta terça-feira lucro maior no terceiro trimestre, apoiado em demanda por veículos pesados na Europa, enquanto custos de reestruturação pararam de afetar os resultados.

As vendas de caminhões pesados na Europa, principal mercado da MAN, subiram 21 por cento entre julho e setembro, para 62.220 veículos, afirmou a associação de montadoras, ACEA, nesta terça-feira.

O lucro operacional da empresa controlada pela Volkswagen subiu 5 por cento, para 86 milhões de euros, após um prejuízo de 19 milhões no segundo trimestre, quando a MAN enfrentou custos de 170 milhões de euros relacionados à reestruturação da produção europeia.

A companhia, porém, afirmou que o lucro operacional de todo o ano será "significativamente afetado" por custos de reestruturação e demanda em queda no Brasil. A MAN está mais exposta ao Brasil que rivais como Daimler e Volvo, onde tem sido líder do segmento de caminhões de mais de 5 toneladas métricas há mais de uma década. A empresa tem pouca presença no crescente mercado norte-americano.

"A boa notícia é que estamos vendo uma recuperação no mercado europeu de veículos comerciais", disse o presidente-executivo da MAN, Joachim Drees. "Entretanto, a situação em outras regiões como o Brasil ou Rússia continua tensa", acrescentou.

(Por Andreas Cremer)