Gol tem queda de 3% em indicador de preços de passagens no 3o tri

terça-feira, 27 de outubro de 2015 10:35 BRST
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia aérea Gol informou nesta terça-feira que o yield, indicador de preços de passagens, recuou 3 por cento no terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado e que a receita por passageiro teve baixa de 1,6 por cento, refletindo a menor atividade econômica brasileira.

No período, a oferta de assentos em voos da companhia se manteve praticamente estável, subindo 1 por cento sobre o terceiro trimestre do ano passado, enquanto a demanda teve aumento de 2,4 por cento. Assim, a taxa de ocupação nos voos da empresa subiu 1,1 ponto percentual, atingindo 78,6 por cento.

Porém, considerando apenas setembro, houve quedas de 2,4 por cento na oferta e de 2,6 por cento na demanda na comparação anual, puxada pela retração no mercado doméstico, que teve quedas de 3,3 por cento na demanda e de 2,7 por cento na oferta.

Embora a Gol esteja ajustando para baixo sua capacidade devido à desaceleração da economia, o que se refletiu na redução da oferta em setembro, a companhia explicou que houve crescimento no terceiro trimestre por conta da redução realizada durante a Copa do Mundo no ano passado, resultando em uma base de comparação menor.

No mercado internacional, a oferta no terceiro trimestre avançou 3,6 por cento, enquanto a demanda subiu 6,3 por cento. Em setembro somente, a oferta ficou quase estável, registrando baixa de 0,2 por cento, ao passo que a demanda avançou 2,8 por cento.

"A companhia está adequando sua malha internacional, alterando frequências e remanejando a oferta para novos destinos com o objetivo de capturar as oportunidades de mercado e se adequar ao atual cenário econômico brasileiro", disse a Gol.

A Gol informou ainda que o combustível de aviação no terceiro trimestre ficou entre 2,11 e 2,16 reais por litro, queda de aproximadamente 14 por cento frente a 2014.

As ações da Gol exibiam queda de 0,3 por cento às 10h34, a 3,54 reais. No mesmo horário, o Ibovespa tinha queda de 0,09 por cento.