Déficit primário do setor público será de R$48,9 bi em 2015, mas pode ser maior, diz governo

terça-feira, 27 de outubro de 2015 17:52 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo previu déficit primário de 48,9 bilhões de reais para o setor público consolidado em 2015, sem incluir as chamadas pedaladas fiscais, mas com possibilidade de o rombo ir a 60 bilhões de reais se houver frustração com receitas de concessões, informaram nesta terça-feira os ministérios do Planejamento e da Fazenda.

Só com o governo central (governo federal, Banco Central e INSS), o rombo estimado é de 51,8 bilhões de reais neste ano. Em documento, o governo também informou que o rombo estimado pode ser maior caso precise pagar as pedaladas fiscais, mas não informou o montante.

(Por Marcela Ayres)