Tráfego em rodovias da Arteris cai 9% no 3o trimestre sobre um ano antes

quarta-feira, 28 de outubro de 2015 08:25 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Arteris, a maior concessionária de rodovias do Brasil em quilômetros administrados, divulgou nesta quarta-feira queda de 8,9 por cento no volume de tráfego de veículos no terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado.

A companhia registrou fluxo de 170 milhões de veículos equivalentes em praças de pedágio ante 186,7 milhões no mesmo período do ano passado. A unidade veículo equivalente se refere a carros e eixos individuais de caminhões e ônibus.

Na comparação com o segundo trimestre, houve crescimento de 3 por cento no tráfego. A Arteris administra atualmente cerca de 3.200 quilômetros de estradas no Brasil nos Estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

No final de agosto, o presidente-executivo da companhia, David Díaz, havia afirmado à Reuters que a empresa ainda não estava vendo queda no tráfego de carros nas estradas que administra no Brasil, mas que acreditava que o segmento poderia sentir impacto se a economia continuasse a se retrair, em um momento em que a empresa já sentia menor fluxo de veículos pesados.

Por concessionária, as maiores quedas de tráfego no terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado ocorreram na concessionária Planalto Sul (SC-PR), de 22,2 por cento; Régis Bittencourt (PR-SP), de 12,1 por cento; e Litoral Sul (SC-PR), 10,6 por cento.

A região Sul do país tem sido atingida por fortes chuvas, com cidades sendo alagadas e milhares de desabrigados.

Com o resultado dos meses de julho a setembro, as rodovias administradas pela Arteris acumulam queda de 6,8 por cento no volume de tráfego desde janeiro em relação aos primeiros nove meses de 2014.

(Por Alberto Alerigi Jr.)