Fitch diz estar preocupada com crescente peso da dívida do Brasil

quarta-feira, 28 de outubro de 2015 14:24 BRST
 

Por Walter Brandimarte

SÃO PAULO (Reuters) - A agência de classificação de risco Fitch expressou preocupação nesta quarta-feira com a deterioração das contas públicas do Brasil, após o governo informar que o país terá déficit primário recorde neste ano.

A agência, que cortou o rating do Brasil para o último degrau antes do grau especulativo há menos de duas semanas, disse que a decisão do governo de desistir da meta fiscal para 2015 enfatiza os "crescentes desafios que o Brasil enfrenta para consolidar suas contas fiscais".

Em vez de um superávit, o governo agora estima um déficit primário recorde de ao menos 51,8 bilhões de reais neste ano.

"A derrapada fiscal e o crescente peso da dívida do governo têm sido fonte de preocupação para nós", disse a diretora da Fitch Shelly Shetty, em comunicado.

Ela destacou que a agência Fitch mantém a perspectiva negativa para a classificação "BBB-" do Brasil, o que significa que o rating pode ser cortado novamente no caso da "continuidade do fraco desempenho econômico e fiscal".

(Por Walter Brandimarte)

 
Sede da Fitch Ratings em Nova York. 6/2/2013 REUTERS/Brendan McDermid