Consumo de máquinas e equipamentos no Brasil cai 19% em setembro

quarta-feira, 28 de outubro de 2015 16:28 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A demanda por máquinas e equipamentos no Brasil teve nova queda forte em setembro, aprofundando a crise de um dos setores que mais sofre com a recessão do país, informou nesta quarta-feira a Abimaq.

No mês passado, o consumo brasileiro de máquinas e equipamentos somou 9,784 bilhões de reais, queda de 10,6 por cento ante agosto e de 19,4 por cento sobre setembro de 2014.

A queda se deu mesmo com a forte desvalorização do real frente ao dólar neste ano, o que infla o valor de equipamentos importados.

A receita total das fabricantes nacionais de máquinas e equipamentos somou 6,663 bilhões de reais em setembro, alta de 2,1 por cento sobre agosto, mas recuo de 16,9 por cento sobre setembro do ano passado.

Segundo a Abimaq, no acumulado do ano, a queda na receita foi de 9 por cento. Não fosse o efeito positivo do dólar alto sobre as exportações, a queda teria alcançado 16,4 por cento.

"A tendência observada nos últimos meses no mercado interno, combinada com exportações muito aquém do esperado, indicam para 2015 a terceira queda anual consecutiva da receita", diz trecho do comunicado da Abimaq.

O uso da capacidade instalada no setor caiu mais de 10 pontos percentuais, passando de 76,3 por cento para 66,2 por cento de setembro de 2014 para o mês passado.

O setor fechou setembro com 322 mil empregados, ante 359 mil um ano antes.

(Por Aluísio Alves)