Via Varejo espera obter ganhos de eficiência nos próximos trimestres

quinta-feira, 29 de outubro de 2015 14:04 BRST
 

Por Luciana Bruno

SÃO PAULO (Reuters) - O novo presidente da Via Varejo, Peter Estermann, disse nesta quinta-feira que a empresa de móveis e eletroeletrônicos espera capturar nos próximos trimestres ganhos de eficiêcia obtidos com os cortes de custos e de pessoal realizados desde o segundo trimestre.

"Esperamos que os resultados dos próximos trimestres já possam capturar ganhos de eficiência implementados e que estamos implementando na empresa", disse Estermann em teleconferência com analistas após a divulgação dos resultados de julho a setembro, no qual a empresa teve prejuízo de 46 milhões de reais por conta da queda das vendas.

A estimativa da Via Varejo, dona das marcas Ponto Frio e Casas Bahia, é que as iniciativas de cortes de despesas, que além de redução de quadro de funcionários e fechamento de lojas também inclui renegociação de aluguéis, tenham impacto positivo anualizado de 1 bilhão de reais nos resultados da companhia.

No ano, a empresa já realizou a dispensa de 11 mil funcionários, sendo 6 mil demitidos no terceiro trimestre.

"Daremos continuidade a esse plano e vamos acelerar iniciativas com senso de urgência para garantir melhorias mais significativas no curto e médio prazos", disse Estermann. "Dessa forma, a margem Ebitda ajustada que obtivemos ainda não reflete todos os ganhos que esperamos ter com os ajustes."

A margem Ebitda ajustada da Via Varejo ficou em 4 por cento no terceiro trimestre, queda de mais de seis pontos percentuais na comparação ano contra ano.

Para analistas do banco Brasil Plural, os resultados da Via Varejo foram fracos, com vendas prejudicadas pelos reveses macroeconômicos e pela política comercial menos agressiva da empresa no período.

"Como resultado, vemos maiores chances de a estratégia da companhia mudar no próximo ano, tornando-se mais agressiva em termos de preços", disse o analista Guilherme Assis em relatório.   Continuação...