China assina acordo com Alemanha para compra de 130 jatos da Airbus

quinta-feira, 29 de outubro de 2015 16:01 BRST
 

Por Andreas Rinke

PEQUIM (Reuters) - A China e a Alemanha assinaram um acordo nesta quinta-feira que levará companhias aéreas chinesas a comprar 130 jatos da Airbus, o que fez as ações de fabricantes de aeronaves subir.

A encomenda, avaliada em 17 bilhões de dólares, foi anunciada após a chanceler alemã, Angela Merkel, se reunir com o premiê chinês, Li Keqiang, em Pequim.

As ações da Airbus, a segunda maior companhia aeroespacial do mundo depois da Boeing, fecharam em alta de 1,8 por cento, após terem subido 2,53 por cento na máxima da sessão.

A Airbus está disputando com a norte-americana Boeing a dominância do mercado chinês, estimado pela Boeing em 1 trilhão de dólares nas duas próximas décadas.

A Air China Ltd e outras companhias aéreas chinesas estão expandindo suas frotas, já que o número de passageiros viajando dentro da China e para o exterior deve triplicar nas próximas duas décadas.

O acordo desta quinta-feira inclui a encomenda firme de 30 jatos A330, que a China já tinha opção de compra desde junho.

A encomenda alivia temores de que a produção do jato, que enfrenta a competição do mais novo 787 Deamliner da Boeing, possa ter que ser cortada novamente, enquanto a Airbus se prepara para lançar um modelo atualizado com novos motores para impulsionar as vendas.