Usinas da Índia fecham exportações de 200 mil t de açúcar branco

sexta-feira, 30 de outubro de 2015 09:42 BRST
 

MUMBAI/LONDRES (Reuters) - Usinas indianas contrataram exportações de 200 mil toneladas de açúcar branco, tirando vantagem de um aumento nos preços globais e mais acordos poderiam ser fechados se o governo aprovar incentivos, disseram autoridades da indústria.

Os últimos acordos de exportação coincidiram com uma alta nos preços globais do açúcar bruto, que atingiram um pico de oito meses de 14,80 centavos de dólar por libra-peso na quarta-feira.

A Índia, segundo maior produtor de açúcar do mundo, tem pressionado usinas a venderem o adoçante no mercado internacional, tentando viabilizar o pagamento de enormes dívidas de indústrias com produtores de cana.

O país anunciou novas regras no mês passado obrigando produtores de açúcar a aumentarem as exportações na temporada 2015/16 para pelo menos 4 milhões de toneladas de açúcar, branco ou bruto, com o objetivo de reduzir estoques.

Integrantes da indústria na Europa dizem parecer improvável que a Índia consiga exportar todos esses volumes.

"Se as usinas indianas ficassem perto de 4 milhões de toneladas, os preços no mercado interno começariam a subir acentuadamente", disse um analista sênior estimando que as usinas do país poderiam exportar cerca de 2,7 milhões de toneladas de açúcar em 2015/16.

(Por Rajendra Jadhav e David Brough)