Bolsas dos EUA sobem com impulso de setores de energia e saúde

segunda-feira, 2 de novembro de 2015 20:03 BRST
 

(Reuters) - As bolsas dos Estados Unidos estenderam a cadeia recente de valorização, com ganhos em todos os setores nesta segunda-feira, liderados por avanços no grupo de energia e indústria farmacêutica, na esteira do noticiário de fusões.

O índice Dow Jones subiu 0,94 por cento, a 17.828 pontos. O S&P 500 ganhou 1,19 por cento, a 2.104 pontos. O Nasdaq avançou 1,45 por cento, para 5.127 pontos.

Os ganhos no primeiro dia de negociação do mês seguiram o melhor desempenho mensal dos principais índices em quatro anos em outubro. O Nasdaq 100 fechou esta segunda-feira no nível mais alto em mais de 15 anos.

Os dados desta segunda-feira mostraram que a atividade fabril dos EUA em outubro caiu para o piso em dois anos e meio, mas um aumento de novas encomendas deram ânimo. Em outras regiões, a atividade fabril na Alemanha superou as estimativas.

"O fato de que temos números robustos de fora os EUA acompanhado de um ... relatório relativamente decente dos EUA, deu suporte de ativos de risco", disse o estrategista-chefe de investimento da Janney Montgomery ScottMark Luschini.

A S&P, subiu quase 13 por cento desde o nível mais baixo do ano em agosto, rompendo a barreira de 2100 pontos, perto de seu ponto mais alto de fechamento de 2.130 pontos, em maio.

À medida que a temporada de balanços se aproxima do fim, os investidores miram os dados econômicos, incluindo o relatório de emprego desta sexta-feira, em busca de pistas sobre se o Federal Reserve vai aumentar as taxas de juro em dezembro.

(Reportagem de Lewis Krauskopf)