BCE vê sucesso de programa de estímulos antes de possível extensão

terça-feira, 3 de novembro de 2015 08:40 BRST
 

Por John O'Donnell

FRANKFURT (Reuters) - Crédito de longo prazo para bancos e impressão de dinheiro estão facilitando a tomada de empréstimos por empresas e pessoas, disse o Banco Central Europeu (BCE) nesta terça-feira em relatório semanas antes de possível extensão desses programas.

O estudo, assinado pelo Conselho Executivo do BCE, que inclui o presidente do banco, Mario Draghi, mostra sua contínua confiança em dois pilares da estratégia do BCE para reacender a vacilante economia da zona do euro.

Draghi tem sinalizado que uma ação para afrouxar ainda mais a oferta de dinheiro é possível na próxima reunião de definição de política monetária do banco central em 3 de dezembro.

"Ambos os programas têm tido impacto positivo nos custos de financiamento dos bancos, o que os têm incentivado a repassar a economia para os tomadores finais através de melhores condições de crédito", escreveram em nota os autores do relatório.

No estudo, as autoridades do BCE disseram que os empréstimos baratos de longo prazo dados aos bancos se traduziram em mais de 100 bilhões de euros em crédito para as companhias.

No total, os bancos já tomaram 400 bilhões de euros desse crédito do BCE. É um número bem inferior ao valor originalmente previsto, mas o banco central concluiu que essa medida, combinada com o programa de compra de títulos, cortou os custos de empréstimo.