Compensação a hidrelétricas pode ter impacto de até R$1,5 bi nos lucros, diz Aneel

terça-feira, 3 de novembro de 2015 12:31 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A compensação proposta pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para as hidrelétricas que tiveram perdas de faturamento neste ano devido à seca poderá ter impacto no lucro líquido das empresas do setor de até 1,5 bilhão de reais em 2015, segundo nota técnica do órgão regulador.

A proposta será apresentada oficialmente pela Aneel em reunião pública de diretoria na tarde desta terça-feira.

O documento adianta qual seria o efeito no lucro se todas as empresas aderirem a um pacto que prevê todo o risco hidrológico sendo transferido ao consumidor mediante o pagamento de um "prêmio de risco" pelos geradores como compensação.

Nesse caso, haveria, ainda, "impacto aproximado de 2,5 bilhões de reais no Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) dos geradores", segundo a nota técnica.

"Dessa forma, o lucro líquido (das geradoras) do primeiro semestre de 2015 pode ficar quase idêntico ao lucro anual obtido em 2014, apenas em função da aplicação retroativa do mecanismo de repactuação (do risco de seca)", afirmam os técnicos da Aneel.

As empresas alegam que enfrentam perdas de faturamento desde 2014 devido à falta de chuvas, que faz com que a operação do sistema elétrico priorize o uso de usinas térmicas e assim diminui a produção das hídricas, que precisam comprar energia mais cara no mercado de curto prazo para cumprir contratos.

(Por Luciano Costa)