Bolsas nos EUA sobem impulsionadas por ações de energia e tecnologia

terça-feira, 3 de novembro de 2015 20:29 BRST
 

Por Lewis Krauskopf

(Reuters) - Os papéis de grandes empresas de tecnologia e do setor de energia impulsionaram os ganhos das bolsas dos Estados Unidos nesta terça-feira, com o índice que engloba as 100 maiores empresas do Nasdaq fechando em patamar recorde de alta.

Os três principais índices acionários dos EUA mantiveram-se no terreno positivo neste início de novembro, depois de registrarem seu melhor desempenho mensal em quatro anos em outubro.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,5 por cento, a 17.918 pontos, o S&P 500 avançou 0,27 por cento, para 2.109 pontos, e o Nasdaq subiu 0,35 por cento, a 5.145 pontos.

O índice Nasdaq 100 subiu 0.32 por cento, para 4.719 pontos, superando pela primeira vez os patamares atingidos durante o boom da Internet em 2000.

O índice setor de energia do S&P subiu 2,5 por cento, no quinto avanço diário seguido, acompanhando a alta dos preços do petróleo. As grandes petrolíferas Exxon e Chevron subiram 1,8 por cento e 3,3 por cento, respectivamente, exercendo grande influência na alta do Dow e do S&P.

Embora os papéis de energia tenham subido cerca de 22 por cento desde o fim de agosto, o setor ainda acumula perda de cerca de 10 por cento no ano.

"As pessoas estão em busca de ações baratas em setores que podem representar valor", disse Robert Pavlik, estrategista-chefe da Boston Private Wealth, em Nova York. "Caminhando para o fim do ano, o mercado começa a subir e as pessoas ficam receosas de ficarem para trás."

Seis dos 10 índices setoriais do S&P fecharam em alta, incluindo o setor de tecnologia que subiu 0,6 por cento. A Apple subiu 1,1 por cento, para 122,57 dólares, e Microsoft avançou 1,7 por cento, a 54,15 dólares, com os dois papéis exercendo a maior influencia positiva para o S&P e o Nasdaq.