Atividade de serviços da China tem máxima em 3 meses, mostra PMI do Caixin

quarta-feira, 4 de novembro de 2015 07:13 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A atividade do setor de serviços da China expandiu no ritmo mais rápido em três meses em outubro, graças à entrada mais forte de novos negócios, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), aliviando preocupações sobre uma persistente fraqueza na economia.

O PMI de serviços do Caixin/Markit subiu para 52,0 em outubro, ante a mínima de 14 meses em setembro de 50,5, atingindo o nível mais alto desde julho de 2015. Leitura acima de 50 significa crescimento.

"Isso mostra que políticas anteriores de estímulo começaram a fazer efeito, enquanto a estrutura econômica melhorou de forma constante", disse He Fan, economista-chefe do Caixin Insight Group.

"A economia começou a mostrar sinais de estabilização, reduzindo a necessidade de mais estímulo."

O subíndice que mede a entrada de novos negócios saltou para 52,9 ante 50,5 em setembro, enquanto o subíndice de emprego melhorou e atingiu máxima de três meses.

A pesquisa oficial de serviços da China mostrou no domingo que o crescimento desacelerou em outubro, expandindo no ritmo mais lento em quase sete anos.

A pesquisa do Caixin/Markit foca em pequenas e médias empresas, enquanto a oficial avalia estatais maiores.

(Reportagem de Xiaoyi Shao e Nick Heath)