Presidente do BCE diz que falha em proteger poupadores repete erros do passado

quarta-feira, 4 de novembro de 2015 08:44 BRST
 

Por Francesco Canepa e John O'Donnell

FRANKFURT (Reuters) - A zona do euro deveria adotar um esquema único para proteger os poupadores em toda a região, disse o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, nesta quarta-feira, acrescentando que o fracasso em fazer tal reforma prejudicou a moeda única.

Embora essa não seja a primeira vez que Draghi tenha feito tal pedido, seu alerta coloca pressão sobre a Alemanha e outros membros para encerrar o impasse de anos sobre o problema. Berlim não quer que seus bancos sejam responsabilizados por prejuízos em outros lugares.

Falando a uma audiência em Frankfurt, Draghi sinalizou que o fracasso em introduzir tal rede de segurança implica na repetição de erros no "design institucional" quando o euro foi estabelecido.

Embora 19 países usem o euro, eles gerenciam suas economias separadamente. Cabe ao o BCE a responsabilidade de imprimir dinheiro com o objetivo de impulsionar a região, após a crise financeira e a crise da dívida que quase forçaram a Grécia a deixar o bloco.

"Depósitos, que são a forma mais difundida de dinheiro, têm que inspirar o mesmo nível de confiança, independente de onde estejam localizados", disse Draghi.

Jonathan Hill, comissário da União Europeia responsável pela regulação, disse que vai fazer uma nova tentativa este ano para alcançar um acordo sobre um novo esquema de proteção de depósitos."