AES Tietê lucra R$167,4 mi no 3º tri, ajudada por chuva, mas posterga dividendos

quarta-feira, 4 de novembro de 2015 22:16 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A geradora de energia AES Tietê registrou lucro líquido de 167,4 milhões de reais no terceiro trimestre, com alta de 100,2 por cento ante o mesmo período de 2014, com ajuda de uma melhoria nas chuvas, que reduziu o déficit de geração em suas hidrelétricas, disse a companhia nesta quarta-feira.

Ainda assim, a AES Tietê decidiu postergar a distribuição de dividendos aos acionistas referentes ao resultado do trimestre, para que a administração da companhia possa realizar "uma melhor avaliação" do cenário macroeconômico e dos efeitos da seca sobre a produção de suas usinas.

"Tal decisão (de postergar a distribuição) poderá ser reavaliada ao longo do exercício social de 2015 e, se alterada, será prontamente comunicada ao mercado", afirmou a geradora.

A companhia, que pagava a totalidade do lucro líquido em proventos aos acionistas desde 2006, tem a distribuição de dividendos intermediários definida pelo Conselho de Administração "semestralmente ou em períodos inferiores".

SECA PESA NO BALANÇO

A geradora disse que ficou exposta a um déficit de 13,8 por cento na produção de seu parque de usinas hídricas no trimestre, devido à seca, contra 15,2 por cento no mesmo período de 2014 e 18,9 por cento no segundo trimestre de 2015.

No acumulado dos primeiros nove meses do ano, no entanto, a companhia observou um déficit de 18,2 por cento na produção hídrica, ante 8,2 por cento no mesmo período de 2014.

A AES Tietê registrou lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de 337,5 milhões de reais no trimestre, salto de 384 por cento na comparação anual.   Continuação...