Preço de metro quadrado de apartamento no Brasil fica estável em outubro, diz FipeZap

quinta-feira, 5 de novembro de 2015 08:53 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O preço médio do metro quadrado de apartamentos anunciados em 20 cidades brasileiras teve leve queda de 0,01 por cento em outubro na comparação com setembro, depois de ter apresentado no mês anterior a maior queda mensal na série histórica iniciada em 2011, de acordo com o índice FipeZap, divulgado nesta quinta-feira.

No acumulado do ano até outubro, o indicador tem alta de 1,37 por cento. Já em 12 meses, os preços subiram 2,16 por cento em outubro, diante de uma inflação de 9,77 por cento esperada para o período, de acordo com o IPCA-15, prévia da inflação oficial.

Em setembro, o indicador caiu 0,12 por cento ante agosto, no segundo recuo seguido.

Entre as 20 cidades pesquisadas em outubro, oito tiveram queda de preços na comparação mensal: Rio de Janeiro (-0,44 por cento), Belo Horizonte (-0,29 por cento), Brasília (-0,13 por cento), Salvador (-0,10 por cento), Recife (-0,20 por cento), Florianópolis (-0,48 por cento), Niterói (-0,19 por cento) e Contagem (MG) (-0,31 por cento).

O preço médio do metro quadrado nas 20 cidades pesquisadas no mês passado foi de 7.612 reais 0,10 por cento acima dos 7.604 reais de setembro. No Rio de Janeiro, apesar da queda, o valor continua sendo o mais alto do país, 10.491 reais. Em São Paulo, onde o aumento mensal foi de 0,04 por cento, o preço médio do metro quadrado foi de 8.617 reais, segundo mais caro do país.

(Por Juliana Schincariol)