Rio Tinto vê forte alta da demanda por minério de ferro fora da China

quinta-feira, 5 de novembro de 2015 11:50 BRST
 

SYDNEY (Reuters) - A mineradora Rio Tinto disse nesta quinta-feira que espera ver um crescimento mais forte na demanda por minério de ferro em países fora a China conforme o mercado transoceânico se expande.

A China há muito tem sido o principal mercado para o comércio marítimo de minério de ferro, importando quase 1 bilhão de toneladas por ano, em um mercado de 1,4 bilhão de toneladas. A Rio Tinto corresponde por cerca de um terço das importações da China.

"Nós projetamos que o mundo vai demandar cerca de 3 bilhões de toneladas de minério de ferro até 2030, um aumento médio anual de 2 por cento ante os níveis atuais", disse o diretor de minério de ferro da Rio Tinto, Andrew Harding.

"Esperamos que a demanda não chinesa por aço aumente em 65 por cento no período até 2030, com as economias da Asean (Associação das Nações do Sudeste Asiático) e a Índia tendo papéis fundamentais", disse Harding em um discurso a líderes empresariais.

Metade da expansão na demanda global pelo minério vai ser preenchida pelo mercado oceânico, de acordo com Harding, onde a Austrália e o Brasil são fornecedores dominantes.

Ainda assim, a demanda chinesa pelo minério de ferro será "criticamente importante", com a produção esperada de aço crescendo 1 por cento por ano em uma base bem alta, acrescentou.

(Por James Regan)