Negociação para contrato de longo prazo de nafta não caminha para fórmula variável, diz Braskem

quinta-feira, 5 de novembro de 2015 12:10 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente da Braskem, Carlos Fadigas, afirmou nesta quinta-feira que as negociações da empresa com a Petrobras em torno de um contrato de longo prazo para fornecimento de nafta não estão seguindo para uma definição de uma fórmula variável, preferência da petroquímica.

Segundo ele, a empresa propôs à Petrobras uma fórmula de precificação da matéria-prima com variação de 90 a 110 por cento da referência internacional, "mas a Petrobras não aceita nada abaixo da referencia internacional e sendo assim nós também não aceitamos nada acima da referência internacional".

(Por Alberto Alerigi Jr.)