Bovespa fecha em queda de 2,35% pressionada por Vale e expectativa de alta de juro nos EUA

sexta-feira, 6 de novembro de 2015 17:59 BRST
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa encerrou a sexta-feira em forte queda, com o mercado atribuindo maior chance de alta do juro norte-americano em dezembro e também pressionada por Vale, após o rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, joint venture da brasileira com a australiana BHP, em Minas Gerais.

O Ibovespa recuou 2,35 por cento, a 46.918 pontos. Na semana, o índice ganhou 2,29 por cento. O giro financeiro foi de 5,86 bilhões de reais.

No noticiário macroeconômico, o evento do dia foi a divulgação do relatório de emprego dos Estados Unidos, com a criação de vagas nos setores público e privado, que mostrou abertura de 271 mil postos de trabalho fora do setor agrícola em outubro, ante expectativa de 180 mil vagas, segundo pesquisa da Reuters. Com isso, aumentaram as apostas de que os juros nos EUA devem subir no próximo mês.

O dado forte se segue à declaração da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, de que o banco central norte-americano pode começar a elevar os juros em dezembro, se novas informações sustentarem a expectativa.

Em reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) na semana passada, o Fed já havia sinalizado de maneira mais forte que pode elevar os juros no mês que vem, o que reduz a atratividade de ativos de mercados emergentes, como os brasileiros.

"O mercado demorou um pouco para interpretar a alteração de discurso do Fed. Agora as apostas ficaram maiores de uma alta em dezembro", disse o analista Raphael Figueredo, da Clear Corretora.

"Esse dado bem acima do esperado acaba corroborando a ideia de que possa se refletir na renda das famílias, traga alguma pressão inflacionária e o juro suba", acrescentou.

  Continuação...