Investigadores dizem ter 90% de certeza de que bomba derrubou avião no Egito

domingo, 8 de novembro de 2015 10:45 BRST
 

CAIRO (Reuters) - Os investigadores da queda do avião russo no Egito dizem ter "90 por cento de certeza" de que um barulho ouvido no segundo final de gravação de conversa do cockpit da aeronave foi decorrente de uma explosão causada por uma bomba, disse um integrante da equipe de investigação à Reuters neste domingo.

"As indicações e análise até agora do som gravado pela caixa preta sinalizam que foi uma bomba", disse o membro da equipe de investigação, que pediu para não ser identificado.

"Nós temos 90 por cento de certeza de que foi uma bomba."    Instado a explicar o percentual restante da incerteza, o investigador disse: "Eu não posso discutir isto agora."

Militantes do Estado Islâmico que combatem as forças de segurança na Península do Sinai têm dito que eles derrubaram o Airbus A321, que caiu 23 minutos depois de decolar da região turística de Sharm al-Sheikh uma semana atrás, a caminho de São Petersburgo, matando todos os 224 passageiros.

Autoridades dizem que estão examinando todos os possíveiscenários sobre o que poderia ter causado o desastre.

(Reportagem de Ahmed Mohamed Hassan)