Caminhoneiros realizam dezenas de bloqueios em rodovias do país

segunda-feira, 9 de novembro de 2015 17:10 BRST
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - Caminhoneiros realizam protestos em 48 pontos de rodovias federais do Brasil em onze Estados nesta segunda-feira, interrompendo pelo menos parcialmente o tráfego de cargas em 28 trechos, em uma mobilização organizada por meio de redes sociais em protesto contra a presidente Dilma Rousseff e que já começa a preocupar alguns setores exportadores.

As manifestações se concentram em Estados importantes para a produção agrícola do país: Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Goiás, Bahia e Santa Catarina.

O Rio Grande do Sul concentra 14 pontos de protesto, com bloqueio de tráfego em um deles.

Já no Paraná, segundo maior produtor de soja, que está na fase final de plantio, há uma interdição em oito pontos.

"Em todos essses oito locais, os veículos de passeio, ônibus e ambulâncias têm passagem liberada. Apenas veículos de carga são impedidos de transitar pelos manifestantes", disse a PRF do Paraná.

Ainda segundo a Polícia Rodoviária Federal, não há protestos neste momento em Mato Grosso, principal Estado produtor de grãos, que está transportando grandes volumes de milho e recebendo insumos para o plantio da nova safra de soja.

Não existe ainda uma avaliação abrangente sobre os problemas causados pelos bloqueios ao transporte de carga e ao fluxo de produtos exportados pelo Brasil.

Mesmo assim, as indústrias exportadoras de frango e suínos estão em alerta com o movimento iniciado nesta segunda-feira, temendo impacto para os embarques nos próximos dias.   Continuação...

 
Caminhões vistos em São Bernardo do Campo, São Paulo.  13/06/2015    REUTERS/Paulo Whitaker