Boeing se diz frustrada com atraso em aprovação dos EUA para venda de caças ao Golfo

segunda-feira, 9 de novembro de 2015 14:50 BRST
 

DUBAI (Reuters) - A Boeing está "um pouco frustrada" com atrasos para obter aprovações do governo norte-americano para vendas de caças a países na região do Golfo, mas espera ver movimentação nesse sentido no início de 2016, disse um executivo sênior nesta segunda-feira.

Jeff Kohler, vice-presidente da Boeing para desenvolvimento de negócios internacionais, disse a jornalistas que o processo de análise governamental levou mais tempo que o esperado.

"Estamos um pouco frustrados", disse durante a feira Dubai Air Show, sem dar detalhes sobre acordos específicos ou o número de jatos envolvidos. A Boeing em geral não discute compradores específicos, já que as vendas são negociadas entre governos.

Um acordo de 3 bilhões de dólares para 28 caças 28 F/A-18E/F para o Kuwait que inclui opções para outros 12 jatos e um acordo separado para caças F-15 para o Catar têm sofrido sob o processo regulatório, segundo fontes familiarizadas com o tema.

(Por Andrea Shalal)