Estudo da EY prevê barril do petróleo acima dos US$60 em 2016

segunda-feira, 9 de novembro de 2015 16:18 BRST
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os preços do barril de petróleo Brent devem ter uma pequena recuperação e atingir média de 63,01 dólares por barril em 2016, ante média estimada de 56,25 dólares neste ano, devido a um crescimento da demanda pela commodity no mundo, apontou estudo trimestral da consultoria Ernst & Young (EY).

Para 2017, segundo afirmou à Reuters o sócio de tributação do Centro de Energia e Recursos Naturais da EY, Marcio Oliveira, os preços devem subir ainda mais e atingir 70,65 dólares.

O levantamento da consultoria foi feito com base em estimativas de mercado, incluindo Wells Fargo Securities, UBS e Credit Suisse, GLJ Petroleum Consultants, dentre outros.

"O que a gente verifica é que há uma pequena tendência de melhoria do preço, ainda não é tendência muito forte, mas já mostra um movimento de crescimento", afirmou Oliveira.

Estimativas da Agência Internacional de Energia (EIA, na sigla em inglês), destacou Oliveira, preveem que a demanda por petróleo em 2016 deverá crescer 1,4 por cento ante o ano anterior, mesmo percentual de alta previsto para 2015 ante 2014.

O executivo minimizou ainda os efeitos do menor crescimento da economia da China, maior consumidor global de energia, destacando que o país permanecerá crescendo em níveis altos.

As sondas de perfuração de poços exploratórios em operação nos Estados Unidos também têm apresentado queda, destacou o estudo. O número de equipamentos é um indicativo para o mercado de que a produção futura do país poderá apresentar uma queda.

Segundo o estudo, entretanto, o fornecimento de petróleo dos membros e não membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) permanece forte, aumentando estoques globais e mantendo a pressão nos preços do barril no próximo ano.   Continuação...