USDA eleva previsão de safra de soja dos EUA para recorde histórico

terça-feira, 10 de novembro de 2015 16:21 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) aumentou nesta terça-feira sua já otimista previsão para a produção doméstica e produtividades de soja na temporada 2015 para patamares recordes, com a área colhida continuando muito grande, apesar de fortes inundações durante a primavera.

A produção de soja foi estimada em 3,981 bilhões de bushels, com produtividade média de 48,3 bushels por acre, superando até mesmo as expectativas mais altas do mercado. As duas estimativas superaram os recordes anteriores de 3,927 bilhões de bushels e 47,5 bushels por acre, registrados em 2014. Em outubro, o USDA projetava safra 2015 de 3,888 bilhões de bushels.

O USDA disse ainda que a colheita de milho deverá atingir 13,654 bilhões de bushels, superando a média das previsões do mercado, no que seria a terceira maior safra da história.

As safras recordes deverão elevar os estoques finais das duas commodities na temporada, com o volume de oferta de soja no maior nível em nove anos.

A previsão de estoques finais de milho nos EUA recebeu o impulso de uma menor previsão para exportações e para o uso domésticos do cereal.

Os futuros da soja caíram fortemente após a divulgação do relatório, com o contrato janeiro 2016, o mais ativo na bolsa de Chicago, caindo 1,5 por cento para seu menor patamar na história. O dezembro do milho perdeu 1,6 por cento.

"Este relatório pode ser a pior das notícias baixistas e eu me questiono se, quando a poeira baixar, poderíamos ter uma recuperação (de preços)", disse o analista Ted Seifried, do Zaner Group.

(Por Mark Weinraub, com reportagem adicional de Michael Hirtzer, em Chicago)