Ações europeias se recuperam e fecham em alta com euro fraco

terça-feira, 10 de novembro de 2015 17:17 BRST
 

Por Danilo Masoni e Alistair Smout

MILÃO/LONDRES (Reuters) - As ações europeias se recuperaram em um pregão volátil e fecharam em alta nesta terça-feira, apoiadas por um euro fraco, mesmo com a queda das ações de commodities e incerteza política em Portugal pressionando.

A Vodafone subiu quase 4 por cento, depois que o grupo de telefonia britânico divulgou aceleração no crescimento da receita maior do que a esperada no segundo trimestre.

As ações da Experian foram as que fecharam com maior alta no FTSEurofirst 300, com avanço de 7,5 por cento, após superar as expectativas de ganhos do primeiro semestre.

Ao todo, 50 por cento das companhias que compõem o STOXX 600 que divulgaram resultados superaram ou atingiram as expectativas, mostraram dados da Thomson Reuters StarMine.

O índice de ações europeias FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,15 por cento, a 1.484 pontos, enquanto o índice de blue chips europeias Euro STOXX 50 avançou 0,21 por cento.

O índice trocou de sinal após o euro atingir sua menor cotação ante o dólar em 7 meses, impulsionando ações, especialmente dos exportadores.

O índice esteve sob pressão devido à fraqueza nas ações de commodities, que permaneceram entre as principais quedas do dia.

"A questão central do que está acontecendo, especialmente nos preços das commodities e na desaceleração geral do crescimento global, é que por um longo tempo, vínhamos contando com a China", disse Alastair Irvine, especialista em produto do Jupiter's Independent Funds Team.   Continuação...