Ações europeias fecham em alta impulsionadas por Carlsberg e Henkel

quarta-feira, 11 de novembro de 2015 16:57 BRST
 

Por Alistair Smout e Danilo Masoni

LONDRES/MILÃO (Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, com o mercado recebendo bem resultados corporativos como o da Helken e após a nova direção da Carlsberg anunciar planos de reestruturação, o que fez os papéis da cervejeira subirem.

O FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,65 por cento, a 1.494 pontos. O índice acumula queda de 0,3 por cento nesta semana devido temores de um possível aumento da taxa de juros pelo Federal Reserve --banco central dos Estados Unidos-- em dezembro, após fortes dados do mercado de trabalho.

Com as ações europeias perto das máximas de três meses, alguns disseram que havia um sentimento altista suficiente para suportar um aumento dos juros nos Estados Unidos.

"Se há uma elevação pontual da taxa pelo Fed, o mercado tem apetite suficiente para absorvê-la", disse o chefe de operações da TJM Partners, Manoj Ladwa. "Mas indo além, ainda há uma política monetária frouxa do Banco Central Europeu, e isso é amplamente favorável às ações."

A dinamarquesa Carlsberg chegou a subir 9 por cento depois que a cervejaria afirmou que fará uma baixa contábil de 1,4 bilhão de dólares e demitirá funcionários. Analistas elogiaram as medidas, dizendo que o lucro da cervejeira não trouxe surpresas negativas. Suas ações encerraram em alta de 6,2 por cento.

A Henkel subiu 6,7 por cento, depois que a empresa alemã de bens de consumo divulgou um aumento maior do que o esperado no lucro do terceiro trimestre.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,35 por cento, a 6.297 pontos.   Continuação...